17 de janeiro de 2011

A Queda – Guillermo Del Toro e Chuck Hogan

O mundo foi tomado por uma misteriosa pandemia. Ao que parece, a praga começou a se espalhar depois que o Boing 777 pousou no JFK trazendo uma estranha carga a bordo.

Dr. Eph Goodweather, médico responsável pelo Centro de Controle de Doenças do aeroporto, descobre que o vírus, devastador para a humanidade, tem origem em outro mundo. Desacreditado por todos, ele precisa desesperadamente manter seu filho Zach longe da mãe que, contaminada, volta para infectar seus entes queridos.

Que ato maldoso da natureza foi capaz de criar seres que se alimentam de sangue? De onde eles vêm?

Descobrir a origem dos vampiros é a única chance de destruí-los, garante o professor Setrakian, um sobrevivente dos campos de concentração nazistas que dedica a vida a estudar esses monstros e está disposto a tudo para destruir o Mestre, a criatura sombria por trás da pandemia.

Na expedição que organizam para eleminar os vampiros ainda no ninho, Setrakian e Eph são guiados por Vasily, um exterminador de ratos que conhece os subterrâneos de Manhattan, onde as criaturas do mal se escondem. A guangue de rua dos Safiras junta-se ao grupo em mais um acordo inusitado entre os muitos que surgirão.

Além da luta de humanos contra vampiros, A Queda, segundo volume da Trilogia da Escuridão, narra uma outra guerra: Mestre, o mais jovem dos vampiros Antigos, quer eliminar seus rivais e controlar sozinho o planeta. Para isso, prepara uma geração mais forte e numerosa. A falange de crianças cegas comandada por ele é uma imagem assustadora da espécie que dominará o mundo com o início da Eterna Noite – e uma demonstração da invetividade e do talento literário dos autores, o cineasta Guillhermo Del Toro e o escritor Chuck Hogan.

 

Depois de Noturno, aguardei ansiosa pela continuação e para poder rever os personagens e o universo criado pelos autores. Setrakian, Eph, Nora, Vasily, Gus, Zach… personagens que me cativaram e por quem torci e torço muito.

Gosto muito do modo como os autores vão conduzindo a trama – e a nós, leitores – através dos subterrâneos e da cidade devastada de Nova York. E, aos poucos, vamos nos inteirando dos planos do Mestre e vendo as peças se encaixando… claro que ainda não vimos todo o plano, mas o que foi mostrado é terrível!

Não dá para falar muito do livro sem dar spoilers, coisa que não gosto de fazer. Mas uma coisa que notei e achei genial da parte dos autores foi fazer um paralelo da vida de Setrakian. Quando jovem, ele foi confinado no Campo de Concentração de Treblinka. Como carpinteiro, ele foi aproveitado como mão de obra escrava pelos nazistas e foi quando, pela primeira vez, teve contato com o Mestre, pois o viu sugando a vida dos prisioneiros noite após noite. Depois desse primeiro contato, Setrakian dedicou sua vida a caçar as criaturas. E foi percebendo que  a maioria dos seguidores mais próximos do Mestre foram os comandantes do campo. Então sua luta é uma luta dupla: contra os vampiros e contra seus algozes do campo.  E é de se notar como os autores mostram que não se precisa de sobrenatural para se ter horror. Mais horror que os nazistas praticaram – e eram humanos. Mas claro que os vampiros trazem o HORROR às páginas e o sangue corre muito e há fartura de mortes.

E é muito interessante observar a luta de inteligência e sagacidade entre Setrakian e o Mestre e seus discípulos. Os dois têm planos muito bem amarrados e que vão revelando aos poucos… E o tempo urge!

Outro personagem que me cativa – entre todos que citei – é Vasily! Ele é um exterminador de ratos e conhece muito bem os subterrâneos onde eles se escondiam. E é esse conhecimento que o torna imprescindível na caçada aos vampiros. Fora que ele é o tipo de homem com quem se pode contar e está sempre pronto para a batalha, seja ela qual for.

E agora estou aguardando ansiosa a conclusão da trilogia. Espero que não demore muito.

Um último comentário: estava falando sobre o livro com um amigo e ele disse algo que achei notável: “os vampiros estão de volta ao lugar certo: a literatura de terror. Chega de vampiros bonzinhos!” Não que eu concorde com ele, pois adoro vampiros bonzinhos, mas é interessante mesmo ver esse retorno, pois os vampiros foram minha primeira experiência nos filmes de terror – e eu sempre os temi muito… tanto que relutei muito em ler um livro em que apareciam! Agora estou completamente viciada no gênero: seja de terror ou amor que venham os vampiros!!!

14 de janeiro de 2011

Wild... in Whispering Cove de Mackenzie Mckade

Essa é uma coletânea com três autoras: Mackenzie McKade, Cathryn Fox e Nikki Duncan. As histórias se passam na cidade de Whispering Cove, Maine e traz uma aposta entre três amigos que desejam ver seus netos casados e com filhos antes de morrerem. Esses três avôs são amigos desde sempre e resolvem bancar o cupido durante a reunião de dez anos da turma escolar dos netos.

Nesse primeiro volume temos a história de Brody e Andrea. Resumo:

Dez anos atrás, um trágico acidente forçou Andrea “Andie” Adair a sair de Whispering Cove deixando para trás sua família, amigos e noivo. Um segredo obscuro a mantém afastada da sonolenta vila portuária, até que ela recebe um ambíguo telefonema de seu avô. Ele está no hospital. Desesperada para ficar perto de seu único parente ainda vivo, ela corre para casa e para os braços do único homem que não consegue encarar.

Xerife, Brody McGrath, construiu sua vida sem a mulher de seus sonhos, mas quando ele pega Andie, achando que ela é uma ladra, ele não está preparado para o ataque violento de emoções – mágoa, arrependimento, angústia e amor.

Não há como negar que a velha chama ainda queima entre eles, mas pode o amor derrotar os demônios do passado de Andie e lhe permitir viver novamente?

Como faz parte de uma antologia – publicada de forma independente pelas autoras – a história é curta, mas bem hot e recheada de romance!

Os pais de Andie morreram em um trágico acidente de barco e ela simplesmente não conseguiu aceitar esse fato. Ela foge da cidade, se forma em direito e passa 10 anos longe de seu avô, de seus amigos e do homem a quem ama. Até que um dia seu avô liga e diz estar no hospital. Apavorada, ela corre para casa – e para a armadilha que seu vovô, Harold, e seus dois amigos Byron e Errol prepararam para os netos!

Logo na chegada ela dá de cara com Brody (affffffff não sei o que tem esse nome, mas já é o segundo herói que o usa e que me conquista e é irremediavelmente romântico!!!), seu ex-noivo e agora xerife da cidade e, de cara, eles percebem que 10 anos não foram o suficiente para acabar com o amor e atração que sentem um pelo outro!

Como disse, Brody é fantástico! Um homem completamente apaixonado e que sabe o que quer! Andie é que me estressou um pouco com esse negócio de estar sempre querendo fugir…, mas a história é deliciosa e ver esses vovôs aprontando é maravilhoso!

No mais, adoro essa temática de reencontros e por isso essa série me atraiu desde o começo. Você pode encontrar mais informações sobre a série – e onde comprar os livros – no site da autora: www.mackenziemckade.com

10 de janeiro de 2011

A Litte Harmless Sex de Melissa Schroeder

ALittleHarmlessSexMeliss6337_f

Max sempre foi o cavalheiro de armadura brilhante de Anna. Mas Max sempre a viu como uma irmãzinha charmosa e muito sexy.

Até que a fria noiva de Max lhe dá o fora, Anna se livra de outra de suas muitas conquistas e o convida para margaritas e comida mexicana. Muita tequila, muito flerte e muitos anos de luta contra a atração – Max perde o controle e transa com Anna no sofá. E no chuveiro. E na cama.

Quando o sol se levanta na manhã seguinte, ambos têm de encarar que essa noite juntos é apenas a primeira de muitas. Para Max, ele sabe que quer Anna para sempre, mas convencer uma mulher com medo de relacionamentos como Anna não é tarefa fácil. Para Anna, ela não consegue acreditar que finalmente conseguiu vencer o controle de ferro de Max. Ele é a fantasia mais intensa de qualquer mulher tornada realidade. Mas o que vai acontecer quando Max exigir de Anna algo mais do que Um Pouco de Sexo Inocente?

Um livro muito HOT e com muito humor e romance.

Max é um homem de negócios. Assumiu cedo a empresa da família – e que é uma das maiores da cidade e do estado onde vive – e sempre faz tudo certinho: até ficou noivo de uma mulher por causa dos negócios! Mas quando Cynthia resolve que não quer mais se casar, Max se sente aliviado e feliz e imediatamente vai procurar Anna, sua melhor amiga e quase irmã.

Anna também é uma mulher de negócios. Dona de um restautante  está planejando expandir seus negócios aproveitando a universidade instalada na cidade vizinha. Uma mulher independente e com grande tino comercial. Uma conquistadora que troca de namorados constantemente e é alvo de olhares tortos dos moradores mais antigos da cidade que não se conformam com seu jeito irreverente e sensual.

Max encontra Anna logo após ela dar o fora no mais recente namorado – que por sinal faz um escândalo básico no restaurante. Os dois, vendo-se livres ao mesmo tempo, decidem comemorar (mais bebemorar mesmo!) com margaritas e comida mexicana na casa de Anna. Conversa vai, bebida vem, os dois acabam deixando as inibições de lado e se entregam a enorme atração que sempre sentiram um pelo outro tendo uma noite de sexo fantástica!

Agora, no dia seguinte… Anna fica apavorada com medo de perder a amizade de Max quando tudo terminar (ela tem certeza que não vai durar…), enquanto Max fica tentando arrumar um meio de fazer Anna enxergar que entre eles tudo pode dar certo. E ver essa “briga” é o mais interessante do livro, pois são dois oponentes de peso que, apesar de quererem a mesma coisa, ficam apavorados com a perspectiva de se perderem no caminho. Dois teimosos que se conhecem desde sempre, um sabe como neutralizar as investidas e defesas do outro e faz tudo ficar muito divertido para o leitor. Recomendo!

6 de janeiro de 2011

True Mates de Zena Wynn

True Mates - Zena Wynn9293f

True Mates

Keisha Morgan é uma empresária gordinha e bi-racial que vive em seus próprios termos. Sua vida gira em torno de controle… o dela. Ela possui sua própria empresa, seu apartamento, e conduz seus relacionamentos da mesma forma como conduz tudo o mais – seu corpo, seu coração, suas regras. Qualquer homem que não gosta disso é bem vindo a partir.

Alex Wolfe é o único veterinário na cidade de Refuge. Ele também é um shape-shifter (transmorfo), e Alfa do Clã Raven. Ele está esperando pela mulher que o completará, sua Companheira Verdadeira. Embora as chances de encontrá-la sejam mínimas, ele se recusa a aceitar uma segunda opção. Quando a encontrar, não permitirá que ela parta.

Seus mundos colidem quando Kiesha é subtraída de seu belo e seguro mundo e misteriosamente teletransportada para uma clareira nas florestas que cercam Refuge. Ela está fora de seu elemento e as coisas estão fora de seu controle e no dele.

A vida acaba de se tornar um pouquinho mais interessante.

Nikolai´s Wolf

Uma lua azul está se aproximando e para a shape-shifter Shannon McFelan, ela não traz nada a não ser problemas. Algo que ela já tem de sobra. Seu corpo está misteriosamente se voltando contra ela, entrando no cio no pior momento possível, e agora ela precisa de sexo para ontem. O que ela realmente necessita é de um companheiro, mas ela não quer um. Ela vai precisar de sua sagacidade para sobreviver a esse ciclo lunar, sem se ver compromissada.

O vampiro Nikolai Taranosky esperou séculos por sua Escolhida. Ele não se importa que Shannon seja uma lobisomen, e ele sabe exatamente o que está errado com ela. É por sua causa que ela está no cio. Ele quer o que quer e ela vai dar a ele.

No apagar da lua azul ela definitivamente estará comprometida… com ele!

Um livro, duas histórias. E histórias bem interessantes.

Em True Mates, Zena Wynn  nos apresenta seu universo de shape-shifters. Esse é um estilo de história que adoro e sempre estou buscando novidades.

Alex Wolfe é um lobo que está esperando por sua Verdadeira Companheira – o equivalente à Alma Gêmea. Ele não aceita se conformar com a ideia de que isso pode não acontecer. Até encontrar Keisha amarrada em uma árvore na floresta que cerca sua cidade e a reconhecer. Agora ele precisa convencê-la de que as história de lobisomens não são todas verdadeiras e que eles podem ser muito românticos…

Keisha é uma mulher independente e batalhadora e que se vê, de repente, numa situação surreal e completamente fora de seu controle! Acho que ela só não surta por Alex ser um homem realmente “quente” e compreensivo e convincente!

A história é curta (130 páginas) e muito HOT. Achei que a autora pecou um pouco, dando mais atenção à parte sensual do que à construção dos personagens, mas ainda assim tem história e o desenvolvimento do universo da série foi bom – já abrindo espaço para a segunda história do livro – Nikolai´s Wolf  - mostrando como Nikolai e Shannon se “conheceram”…

Nikolai encontra Shannon ferida – em forma de lobo – e a leva para Alex, que é veterinário. Isso ainda em True Mates. E  já vamos vendo o interesse e fascínio que Shannon exerce em Nikolai…

Mas em Nikolai´s Wolf vamos vendo que a história não era bem do jeito que estávamos pensando… Rory, irmão de Shannon e alfa de um clã vizinho, quer obrigá-la a arrumar um companheiro usando de recursos não muito honestos (mas depois vamos percebendo que ele não é tãoooo mal assim). Shannon luta ferozmente contra essa ação e acaba ferida e é encontrada por Nikolai. Alex oferece a Shannon abrigo e proteção em seu clã e Keisha a contrata para ajudá-la nos negócios.

Tudo vai correndo bem até Shannon descobrir que está entrando em um raro segundo cio no ano. E que o ápice desse cio vai coincidir com a lua azul – a segunda lua cheia em um mês, evento que acontece a cada dois anos e que causa o aumento de sexualidade  nos shape-shifters. Se Shannon conseguir evitar que o lobo que vive dentro dela se entregue à um companheiro, ela pode se considerar com sorte. Mas o mais provável é que ela se encontre comprometida com alguém que não queira… Para evitar isso, ela precisa tomar algumas precauções urgentes.

O que ela não sabe é que Nikolai já está de olho nela desde o resgate e que ele não vai permitir que ninguém se aproxime de sua Escolhida – o equivalente vampiro de Alma Gêmea. Adorei o modo carinhoso e compreensivo como Nikolai procurou conquistar Shannon e não se impondo e obrigando-a a aceitar o destino…

Outro ponto a favor é que a história foi muito melhor construída que True Mates e o desenvolvimento dos personagens foi muito melhor também – deu para ver um grande salto na produção de Zena! E, além disso, ela já nos apresentou outro par que em breve também terá seu livro – Rory e Shayla – e, pela amostra que tivemos nessa história, vai ser um grande romance!

Mas… não posso deixar de contar um fato! Logo no começo de Nikolai´s Wolf apareceu uma nova personagem Mary Elizabeth – e ela logo vai comentando sobre sua história com seu companheiro e acontecimentos que eu percebi só poder se tratar de algo que aconteceu em algum livro… Fiquei pensando o que tinha perdido… Se o livro que tinha em mãos (li em papel!) trazia as duas histórias que eu considerei ser a primeira e segunda da série, onde se passara a história que Mary Elizabeth estava contando??? Fui então ao site da autora e constatei que tinha em mãos a primeira e terceira história da série! Pelo visto não são só as editoras brasileiras que dão bola fora! Só para constar…

1 de janeiro de 2011

Balanço 2010

feliz-ano-novo-3

Adeus 2010!!!!

Fazendo um balanço de minhas leituras no ano que passou li 30414 páginas distribuidas em 105 livros! Fiz uma planilha no Excell onde marquei cada livro e páginas para poder chegar ao final do ano e ter esse controle.

A idéia de contar as páginas lidas veio de um grupo no Shelfari o Paging All Bookworms. É um grupo bem interessante e que está com boas propostas para esse ano de 2011! Vale a pena conferir.

Outros destaques:

Melhor herói: essa posição fica com dois personagens Brody de Coming Undone e Ryan de Line of Scrimmage.

Melhor Casal: Lucas e Sara da Saga Paganus de Simone Marques. Pois eles lutaram contra os deuses e o destino para conseguir viver seu amor e suas vidas.

Melhor heroina: também divido para duas mulheres que conseguiram não surtar, mesmo com tudo o que passaram: Hope de Daring Time e Rachel de The Darkest Hour.

Não vou falar de melhor livro, pois não consigo escolher apenas um…

Esse ano também “descobri” duas autoras que sempre ouvia falar, mas de quem nunca tinha lido nada: Shiloh Walker e Maya Banks. E devo dizer que as duas já estão na minha lista de compras sempre que tem novidades. Torço para que as editoras brasileiras também as descubram!

Outra descoberta de 2010 foi o Goodreads!! Um site que adoro e onde estou todos os dias a procura de novidades e participando de desafios e fazendo amizades. Participo de vários grupos e minha “montanha” a ler só cresce, mas claro que não fico triste… só frustrada por não ter tempo para ler tanto quanto gostaria…

E que venha 2011 e muitas novidades!

E já digo que os livros que estou mais aguardando esse ano são: