19 de abril de 2014

Perto de Você de Bella Andre

 

Ser milionário e famoso nem sempre é o suficiente. Smith é um astro de Hollywood que tem o mundo aos seus pés, mas sente que falta alguma coisa. Cada um dos seus irmãos está encontrando o par perfeito, e ele não quer mais ficar por aí, saindo com beldades que não significam nada depois que a noite termina.

Mesmo sendo a mais discreta e fria das mulheres, Valentina acaba chamando a atenção de Smith. Imediatamente, o galã investe na sua conquista, mas esse desafio não será tão simples de vencer. Será que o charme dos irmãos Sullivan não é mais o mesmo?

Os Sullivans # 7

Eu me encantei por Smith no livro de Sophie! Ele se mostrou um irmão mais velho carinhoso e muito preocupado com a felicidade da irmã – o que me mostrou que havia muito mais do que um "astro de cinema" na personalidade dele... E não me enganei!

Smith está investindo tudo em seu novo filme, pois além de atuar, ele também está produzindo, dirigindo e escreveu o roteiro. Está com as mãos cheias e precisa se concentrar totalmente. Mas Valentina Landon, irmã de sua co-estrela Tatiana Landon, não lhe sai da cabeça e começa a se mostrar um complicação inesperada.

Para Tatiana, esse papel com Smith vai abrir muitas portas, pois é a chance de disparar na carreira. Então Valentina está marcando em cima! Como gerenciadora da carreira da irmã, é responsabilidade dela fazer de tudo para facilitar a vida e agenda da atriz. Claro que ela também está preocupada com a fama de mulherengo de Smith e não deixa de chamar a atenção do astro para defender a honra da irmã!

Só que ela nem imagina que a atenção de Smith está totalmente focada nela – e não em Tatiana! E, quando ela percebe, ela faz jogo muito duro, pois a última coisa que quer na vida é se envolver com um ator! Valentina é uma mulher que se sente bem nos bastidores e se envolver com uma estrela como Smith é pedir para ficar constantemente na luz dos flashes! Smith sofre muiiiiiiiiiiiito para convencê-la a lhe dar uma chance, mas as tentativas são muito prazerosas para ambos, já que resistir a um Sullivan é algo quase impossível...

Gostei muito do modo como Bella foi colocando as cenas do filme no decorrer da narrativa – um filme que eu adoraria assistir – e como isso foi influenciando o comportamento dos personagens devido à intensidade da história. E ver todo o clã Sullivan oferecendo suporte a Smith e Valentina foi sensacional!

Mais um livro delicioso nessa série que adoro! Recomendo.

17 de abril de 2014

Divulgação: Absoluto de M.S. Fayes

 

 

Ela era um fenômeno, como estudante de direito.

Ele era o advogado mais temido do estado.

Prestes a se formar com honras, Kate se viu imersa no mundo do Direito civil, antes mesmo de estar com seu diploma em mãos. Conhecendo o trabalho do Dr. Gabe Szaloki, ela foi pega, inesperadamente, em uma onda avassaladora de atração, mas ainda assim relutou a se permitir viver esse tórrido romance. Porém, Gabe não era imbatível apenas nos tribunais. Ele queria Kate a qualquer custo e mostraria a ela porque ele sempre saía vitorioso em seus casos.

Em meio a casos jurídicos, os dois se enfrentam em um duelo de palavras, que serve apenas para acender a chama incandescente que Gabe sente por Kate. Kate se vê seduzida pouco a pouco pelo poderoso advogado, entregando seu coração de maneira despretensiosa.

Maquinações invejosas, um conflito e um mal entendido fazem com que os dois se afastem. E quando a verdade vem à tona, Gabe tem que provar que seu amor por Kate é simplesmente absoluto.

Trilogia da Lei # 1

Começou hoje a pré venda do novo livro da M.S.Fayes, pela Editora Chame.

A editora está com uma promoção e quem comprar o livro  de hoje (17/04/2014) até o dia 30/04/2014 vai receber um brinde exclusivo do livro. Clique aqui e aproveite!

Para quem não se lembra, M.S.Fayes escreveu Tapete Vermelho, um livro delicioso e aposto que ela vai repetir a dose e trazer mais um romance super legal e prazeroso de se ler.

8 de abril de 2014

The King de J.R Ward

Vida longa ao Rei...

Depois de dar às costas ao trono por séculos, Wrath, filho de Wrath, finalmente assumiu o manto de seu pai – com a ajuda de sua amada companheira.Mas a coroa está pesando em sua cabeça. Enquanto a guerra com a Sociedade Redutora continua, e a ameaça do Bando de Bastardos realmente atinge o alvo, ele é forçado a tomar uma decisão que coloca tudo – e todos – em risco.

Beth Randall pensou que estava consciente do que estava se metendo quando se juntou ao último vampiro puro sangue do planeta: não seria um passeio no parque. Mas quando ela decide que quer um filho, está despreparada para a reação de Wrath – ou para a distância que isso cria entre eles.

A questão é: vencerá o verdadeiro amor... ou um legado torturado assumirá?

Black Dagger Brotherhoord # 12

 

J.R.Ward tem do dom de me deixar nervosa a cada lançamento! Confesso que fico receosa do que vou encontrar a cada volume da série, mas quando começo a ler me vejo tragada pelo universo e pelo estilo da autora e não consigo largar o livro ou me desligar da história...

Wrath e Beth são um de meus casais favoritos -  não só na série, mas entre todos os livros que tenho lido – e, por isso, estava com um pouco de medo em vê-los  brigando ou enfrentando dificuldades (se bem que eles já passaram por uma crise no decorrer da série...). Por outro lado, estava super ansiosa por ver como eles estavam interagindo como casal, pois nem sempre os dois apareciam juntos nos outros livros. Dá bem para imaginar como cheguei para começar a leitura... E devo dizer que não me decepcionei com o que eles enfrentaram, passaram e superaram no virar das páginas!

Como sempre, J.R. foi dividindo a trama principal com outras que já vem se arrastando no decorrer da série: Trez e IAm e os problemas que estão enfrentando; o relacionamento de Trez e a Chosen (que achei que está sendo lindamente desenvolvido!); XCor e Layla e a indecisão e medo da paixão platônica; Sola e Assail – adorei o modo como os dois estão crescendo cada vez mais e o respeito e amor que está norteando o relacionamento deles. Do lado da violência, vemos o Bando de Bastardos tentando derrubar Wrath, desta vez com a ajuda de uma traição em alto nível que realmente vai causa problemas ao Rei e a Rainha. Mas a violência fica mesmo mais crua nas situações enfrentadas por Sola e Assail e é impossível não se compadecer de ambos...

Ward trouxe de volta o recurso de mostrar partes do passado, dessa vez com a história do pai e da mãe de Wrath – desde quando se conheceram - e o modo como a Irmandade foi se colocando a serviço da Coroa! Foi muito interessante ver Tohrture (pai do Rhage) e Ahgony (pai de Phury e Z) lutando e defendendo e ajudando seu rei. E creio que aqui ela quis fazer o paralelo entre pai e filho de forma a mostrar como Wrath (pai) teve de aprender a lutar para se defender de traidores, enquanto que Wrath (filho) teve de aprender a ser Rei e encarar seu povo de forma pacífica. Enquanto o prazer do pai era legislar e conversar e entender seus súditos, o filho amava lutar e enfrentar o inimigo da Raça e essa diferença foi sendo bem mostrada com os flashbacks! E  ver Wrath, o filho, ir descobrindo o prazer de ser Rei e se sentindo mais confortável no manto de seu pai é maravilhoso!

Wrath e Beth se encontram num momento bem particular de seu casamento, com Beth se sentindo vazia e sonhando com um filho para completar sua felicidade com o marido – que está cada vez mais envolvido com assuntos da Glymera e do reino e com pouco tempo para lhe dar atenção. Mas Wrath tem outra opinião à respeito da (possível) gravidez da mulher e os dois demoram a chegar a um acordo para conciliar a visão de cada um! Mas é muito lindo acompanhar a agonia e interação dos dois, pois mesmo discutindo e se ofendendo, dá para ver como os dois se amam e como esse amor é o que vai ajudá-los a chegar a uma decisão certa para ambos!

Só achei que a autora pecou um pouco na hora de dar um certo balanceamento nas diversas tramas do livro, pois chegou um momento em que ela deixou tudo de lado e se concentrou definitivamente em Beth e Wrath (não que fosse ruim, claro!), mas ao simplesmente deixar todo o resto no "vácuo" a curiosidade para saber o que aconteceu com os outros me deixou agoniada... E agora temos de esperar mais um ano inteirinho até o próximo livro, que, se não me engano, será dos Sombras (Trez e iAm). Mas o bom é que sempre está valendo a pena aguardar...

31 de março de 2014

Taken with you de Shannon Stacey

Hailey Genest tem visto muitas de suas amigas se casando e tendo filhos, e ela está feliz por elas, mas era muito mais fácil antes de chegar aos 40. Ela passou a vida toda em Whitford , Maine, e se não encontrou seu príncipe encantado até agora, ela tem de aceitar que provavelmente não o encontrará. Quando uma nova amiga sugere que elas embarquem em uma aventura celebrando a solteirice, Hailey concorda.

Sobreviver na floresta é a ideia de relaxamento de Matt Barnett, policial florestal. Mas quando encontra duas mulheres necessitadas de ajuda, ele as conduz para a segurança – uma tarefa que se mostra mais divertida do que esperava, graças a uma loira sensual. Ele não consegue resistir de provocá-la, mesmo quando ela deixa claro que tipos rústicos e que apreciam a vida na natureza não a atraem.

Hailey fica feliz ao ver que seu guia tentador / insuportável ficou para trás. Quando ele entra na vida dela novamente, ela está determinada a evitá-lo. Mas entre querer e poder é bem difícil em Whitford, ainda mais quando ele está alugando a casa ao lado da dela...

Kowalski Family # 8

 

Eu adoro essa série! Os Kowalski são uma família sensacional e muito unida. Agora estamos vendo também os habitantes da cidade de Whitford, onde um dos ramos dos Kowalski tem uma pousada e agora estão investindo numa trilha para quadriciclos e snow mobiles. Essa trilha não só salvou a pousada, como também está trazendo investimentos e turistas para a cidadezinha. E, com esse desenvolvimento, o estado enviou Matt Barnett como guarda-florestal para ajudar a polícia local a defender a fauna e a flora e dar mais segurança aos usuários das máquinas.

Só que, sem saber, Matt já conheceu duas moradoras da cidade onde vai assumir o novo posto: Hailey, a bibliotecária; e Tori, a garçonete. As duas tinham ido a um passeio pela floresta para celebrar o fato de serem solteiras, mas acabaram se  separando do grupo e foram encontradas por um "ermitão", pois como estava de férias, Matt estava cabeludo e barbudo e bem diferente do tipo de homem que Hailey sonha para si. Ela faz alguns comentários bem humorados e sarcásticos com relação à aparência de Matt e o diverte muito, pois além da língua afiada, ela está usando uma botina de caminhada novinha em folha (ideal para dar aquelas bolhas bem doloridas), e ainda foi para a mata toda maquiada e usando repelente "perfumado e hidratante" mas que não repele nadica de insetos...

Hailey odeia acampar, pescar ou qualquer outra atividade ao ar livre! Para ela, diversão são restaurantes da moda, livros, filmes... Como bibliotecária  de Whitford, ela vem fazendo um excelente trabalho para tornar a biblioteca um lugar não apenas de pesquisa e leitura, mas um centro de convivência e de integração da cidade. E é bem durante um curso sobre segurança e uso de quadriciclos  que ela reencontra o "eremita" que a salvou, só que agora ele está um pedaço de mau caminho que ela adoraria percorrer, mas que está totalmente fora do tipo de homem que imagina como par ideal para ela...

Matt também não considera Hailey seu tipo de mulher, pois já namorou algumas garotas que não conseguiram lidar bem com sua profissão – sem horários fixos, perseguindo e salvado animais em apuros e pessoas perdidas na mata, o que geralmente não deixa a pessoa perfumada e elegante, etc – e agora ele procura uma mulher que goste de ar livre, de natureza e o aceite perfumado ou fedido!

Dá para notar que os ideais de cada um passa bem longe do que cada um deles espera... mas o amor e a atração não estão nem aí para o que a pessoa procura ou não no par ideal e os dois acabam se envolvendo e causando muita confusão e cenas pra lá de inusitadas. Fora que o romance também é super delicioso!

Shannon consegue nos trazer um livro equilibrado com um humor leve e maravilhoso e um drama bem colocado e na dose certa para divertir e conquistar. Uma história muito boa e uma excelente adição à série. Adoraria que alguma editora brasileira trouxesse mais essa autora para cá.

21 de março de 2014

Baby, it´s cold outside de Helenkay Dimon

 

Sexo no escritório? Lincoln Campbell é mais esperto que isso. Sua assistente, Thea Marshall, é fora de limites – até que as costas dela atingem a porta e as roupas começam a sair. O dia seguinte traz mais do que  arrependimentos do dia seguinte. Traz evidências conclusivas de que Thea roubou segredos comerciais.

Três meses depois, ele não consegue se livrar das dúvidas que faz seu instinto vibrar, então ele se dirige até o chalé da família de Thea, pronto a conversar. Ele não está preparado para a mulher que abre a porta. Ela era bem formada antes... e não vai demorar muito para que a forma dela mude completamente.

Depois que Linc a escoltou para fora do escritório enquanto suas alegações de inocência caiam em ouvidos moucos, encará-lo agora não é exatamente a ideia de Thea de boa hora. Ela precisa de mais algumas semanas para planejar as mudanças dramáticas que sua vida tomou... mas agora ele está aqui... e se recusando a partir.

Com uma tempestade se aproximando e a neve se acumulando não há nada a fazer além de encarar o passado... e tentar resistir ao homem real atrás do terno.

Men at Work # 1

 

Linc e Thea tem um relacionamento puramente profissional. Mas a atração que sentem um pelo outro explode de forma magistral numa noite – uma noite de muito sexo e carinho. Só que o dia seguinte traz muito mais do que um possível arrependimento (que não houve): provas contundentes de que Thea é a responsável pelo vazamento de informações confidenciais para a concorrência!

Apesar de Linc não conseguir acreditar que Thea poderia traí-lo tão completamente, ele se torna um ogro e a coloca para fora da empresa escoltada por seguranças – sem nem mesmo ouvir o que ela tem a dizer...

Três meses depois, ainda sem conseguir compreender e aceitar as provas que têm em mãos, Linc contrata um novo detetive para investigar o caso – e procurar pelo paradeiro de Thea, que sumiu do mapa sem deixar rastros. A saudades e os sentimentos que nutre pela bela assistente o faz desejar descobrir se está errado ou se foi precipitado em julgá-la sem ouvir os motivos dela.

Thea resolveu se esconder no sossego da cabine de sua família. Ela só conta com o apoio de dois amigos do escritório: Becky e Tim, que também estão tentando ajudá-la a provar sua inocência. E esse isolamento também serve para que ela comece a colocar a cabeça no lugar e decida o que fazer de seu futuro... e como poderá contar a Linc que está grávida dele!

Com insistência e inteligência, Linc chega até o esconderijo de Thea e aí começa um longo período de conversas e descobertas e entendimentos. E é super interessante ver o modo como  a autora vai conduzindo a trama de forma que o leitor não fique julgando os personagens, mas vá ficando cada vez mais curioso a saber o que realmente aconteceu e ver como os dois vão conseguir  superar tudo o que ocorreu.

Gostei muito e vamos ver o que a série ainda vai trazer...

4 de março de 2014

Teardrop–Lágrima de Lauren Kate

Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível...até conhecer Ander.

Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro.

Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.

Teardrop # 1

 

Lauren Kate está se aventurando pela lenda de Atlântida e acho que conseguiu trazer uma vida nova ao velho mito!

Eureka está sofrendo muito a perda da mãe, que morreu de repente e de forma misteriosa: uma onda inexplicavelmente varreu de uma ponte  o carro em que as duas se encontravam. Eureka não se lembra como conseguiu se salvar do afogamento, mas a culpa por ter ficado viva enquanto sua mãe morreu a vem corroendo... E essa culpa a faz se retrair e vem prejudicando seu relacionamento com o pai e sua madrasta. O únicos membros de sua família que ela ama são seus irmãos, os gêmeos William e Claire.

Outro mistério na vida de Eureka é o surgimento de Ander, um rapaz misterioso que, depois de um acidente de carro (outro em que Eureka se envolve), passa a aparecer em vários lugares e nos mais diferentes contextos. Ander causa uma grande impressão em Eureka (e nos leitores), mas o ar misterioso e o jeito secreto deixa uma certa dúvida no ar sobre se ele é amigo ou inimigo...

E há também Brooks, o melhor amigo de Eureka e uma pessoa super especial, mas que, de repente, também apresenta uma dualidade que faz com que o leitor – e Eureka – fique com um pé atrás. Acho que no decorrer da série (ou trilogia???) vamos descobrir muito mais sobre ele, que faz um contraponto com Ander pela lealdade e, possivelmente, pelo coração de Eureka.

Lauren foi explorando as descobertas e resoluções de Eureka de forma muito lenta, na minha opinião, deixando a história um tantinho arrastada demais. A ação mesmo ficou mais para o final e quando ficou bem interessante, acabou... E agora temos de esperar o próximo para ver o que vem pela frente. O relacionamento de Eureka e Ander promete, mas acho que Brooks vai fechar um triângulo bem legal (e olha que detesto triângulos amorosos!). E, claro, quero saber mais sobre a lenda que vem sendo relatada. E o papel de cada um no universo que vem se formando.

Mais uma série a ser acompanhada!

2 de fevereiro de 2014

Howl of the Wolf de N.J. Walters

Quando a artista e leitora de tarô Sabrina Wolfe encontra um velho lobo de Carrossel numa loja de antiguidades, ela não resiste e compra o irresistível símbolo de seu totem animal, seu protetor. Mas ela não está preparada quando o animal de madeira se transforma em um animal com presas de verdade – e se transforma num homem assombrosamente sexy.

Arand é o último dos sete guerreiros imortais que juraram proteger a Senhora das Bestas. Libertado pelo toque de Sabrina, a atração física entre eles é quente, intensa – apesar de nenhum deles estar seguro até que se passem 24 horas e a maldição estiver realmente quebrada.

Hades planeja usar cada uma das horas para lançar seu último esforço para controlar o mundo – ou se certificar de que o guerreiro e a mulher sejam mortos. Embora a ajuda venha de lados inesperados, Arand e Sabrina sozinhos se arriscam para pagar o derradeiro preço pela vitória. Suas vidas... e suas próprias almas.

Hades´  Carnival # 4

 

Adorei esse livro! Como já havia comentado antes, N.J. Walters consegue manter o núcleo da história  – a libertação do guerreiro e a maldição – mas a cada volume temos algo diferente e inédito. E, nessa história tudo mudou! A batalha final contra Hades se aproxima, visto Arand ser o último guerreiro a ser libertado, e o clima fica mais sombrio já que Hades está sem um pingo de paciência...

A ação se passa e Nova Orleans e, talvez por isso, há um clima mais mágico no ar e as pessoas que cercam Sabrina são mais propensas a acreditar em magia e maldições e afins. A própria Sabrina ganha a vida lendo cartas de tarô e, portanto, é mais aberta ao sobrenatural. Ainda assim ela reluta muito em acreditar quando Arand aparece... Um outro senão é que, diferente das outras heroínas que eram sozinhas, Sabrina pode contar com duas amigas: Jessica e Tilly, que fazem de tudo para ajudar.

Arand e Sabrina lutam juntos contra um exército de demônios, mas eles contam com muita ajuda e há reviravoltas e situações inesperadas! Os leitores são surpreendidos por revelações e situações que nem imaginávamos possível.  Amei!

E adorei saber que pode haver mais livros nesse universo!