9 de fevereiro de 2011

Loose Ends de Terri Reid

Loose ends

Morrer é o que mudou a vida de Mary O`Reilly. Bem, na verdade, foi voltar dos mortos e ter a habilidade de conversar com fantasmas que o fez. Agora, como investigadora particular na rural Freeport, Illinois, Mary está tentando aprender como incorporar sua experiência como policial em Chicago ao recém descoberto talento em um emprego de verdade. Seu desafio é resolver os mistérios, conseguir evidências reais (a palavra de um fantasma não serve para o juri) e se certificar de que as pessoas da cidade, especialmente o lindo novo chefe de polícia, não a considerem louca.

Vinte e quatro anos atrás , uma jovem mulher se afogou na piscina de um recém eleito senador estadual. Foi considerado um acidente. Mas agora, quando o senador se prepara para subir em posição, o fantasma da mulher está aparecendo para a esposa dele. Mary é contratada para descobrir a verdade sobre sua morte. Ela desenterra uma conexão entre o assassinato e o desaparecimento de cinco meninas, cujos casos, depois de vinte e quatro anos, ainda permanecessem sem solução. Enquanto investiga mais a fundo, ela se torna o novo alvo de um assassino serial que busca amarrar todas as pontas soltas.

Esse livro me foi indicado no desafio Pick it for me do grupo Romance Readers Reading Challenges no goodreads e posso afirmar que foi um verdadeiro achado! A história é uma delícia e do tipo que você não consegue largar até chegar ao final! E quando chega, fica querendo mais e mais…

Mary é uma excelente policial. Formada em ciências criminais, está a caminho de se tornar detetive. Mas um tiroteio numa luta contra gangues a faz morrer. Quando volta, ela descobre ter o poder de ver e conversar com fantasmas, e percebe que sua missão é ajudá-los a resolver suas pendências para poderem descansar em paz. Como Chicago é uma grande cidade, com muitos e muitos fantasmas, ela decide se mudar para a rural Freeport, onde abre uma firma de investigação particular e vive sua vida normalmente… claro que o sentido de normalidade aqui varia muito!

Na cidade ele faz amizade com Stanley e Rose  - um casal idoso com um senso de humor de arrasar! Ele tem uma loja de artigos de escritório e papelaria, ela é dona de uma imobiliária. Os diálogos entre os três são maravilhosos. Ela  também  conhece Bradley Alden, o novo chefe de polícia,  que é um homem bonito, inteligente e disponível… Claro que Stanley e Rose ficam tentando bancar os cupidos – e é sensacional ver o modo como eles fazem de tudo para aproximar Mary e Bradley.

Mas nem tudo é humor no livro! Há muito mistério e suspense, pois Mary é contratada pela esposa de um senador que começou a ver o fantasma de uma mulher que morrera vinte e quatro anos atrás na piscina da propriedade. Ao falar com o fantasma e “rever” o modo como ela morreu, Mary percebe que a moça foi assassinada e começa a investigar.

Um dos problemas é que alguém não a quer investigando e começa a prejudicá-la fazendo acusações falsas e a levando a ser presa! Logo se percebe que tem peixe grande se escondendo e querendo abafar o caso. Outro problema é que, durante sua investigação das notícias da época do afogamento, Mary descobre o desaparecimento de uma menina de 8 anos e algo no artigo lhe chama a atenção!

Logo, Mary começa a ver o fantasma da criança no bosque e ao seguí-lo descobre que há mais quatro meninas fantasmas vagando pelo local. Durante sua perseguição ao fantasma – ela volta ao passado e revê a cena de como a pessoa morreu, mas não vê o assassino, infelizmente – ela sofre um acidente. É quando o chefe de polícia a encontra ferida e a socorre. E é quando ele também começa a perceber que ela não é a louca que ele julga ser. Que parece mesmo haver alguma verdade nas afirmações dela de que vê e fala com fantasma, apesar de seu ceticismo continuar.

Com o decorrer da investigação, Mary começa a ser persiguida por um assassino e sofre atentados e Bradley resolve se unir a ela e descobrir o que realmente está acontecendo na cidade! Afinal, quem matou as crianças e qual a ligação entre esse caso, o caso da mulher afogada e a perseguição que Mary vem sofrendo? Pode um assassino estar agindo durante todo esse tempo e ninguém perceber?

Terri consegue nos surpreender a cada página e é impossível abandonar o livro antes de vermos quem é o culpado e porquê! Fora que é maravilhoso ver Mary e Bradley começar a se interessar um pelo outro e a gente quer ver onde eles vão chegar. Afinal, Bradley também tem um passado perturbador e que não permite que ele veja muito futuro ao lado de Mary…  Como disse, um verdadeiro achado!!!

4 comentários:

ilmar marinho jr disse...

Parabéns pelo blog. Está muito bem montado e gostoso de se ler.Não deixe de atualizá-lo, pelo excelente conteúdo já postado.
Foi um prazer percorrer os caminhos coloridos das crônicas e indicações com as belas imagens Se tiver um tempinho, gostaria de recebê-lo no meu blog:
http://www.abestados1000anos.com.br/ E se gostou do blog e da sinopse do meu livro, podemos trocar e-mails a respeito de uma possível divulgação. O que acha? Abraço Ilmarabraço Ilmar

Lilian disse...

Eu achei muito interessante. Mas senti uma vibe meio Ghost Whisperer aí, hein? Ou é só impressão?

Regina disse...

Oi Lilian

lembra um pouco sim Ghost Whisperer - mas misturado com Medium (conforme os fantasmas vão revelando as coisas para ela!)

Eu fiquei encantada com os livros - já li o segundo e já escrevi para a autora querendo mais rsrsrs.

bjs

Hérida Ruyz disse...

Meninaaaa! Esse livro é a minha cara. Vou correr atrás dele agora mesmo.
Ótima resenha.
Bjs