11 de agosto de 2011

Raziel de Kristina Douglas

The Fallen # 1

“Você está morta” não era o que Allie Watson queria ouvir. Infelizmente isso explicava muito. Como o homem sombrio e angelicamente belo que a tinha transportado para  essa terra estranha e escondida. A última coisa de que se lembrava era ter pisado no meio fio na frente de um ônibus urbano. Agora estava cercada por lindos anjos caídos com um perturbador apetite por sangue – e eles realmente não a querem por perto. Não exatamente como ela imaginava o paraíso.

Raziel não está certo de porquê salvou Allie das chamas do inferno contra as ordens de Uriel, mas ela atiça nele um desejo que ele não tem há séculos. Agora os Caídos estão se preparando para enfrentar a ira divina trazida por sua desobediência, e eles culpam Allie pelos ferozes Nefilins arranhando os portões que escondem seu reino. Encarando impossíveis desafios a cada volta, os dois precisam trabalhar juntos para sobreviverem. Raziel fará de tudo para proteger sua determinada amada contra as forças do mal – porque Allie pode ser a única salvação dos Caídos.

Eu adoro livros com anjos, mas ultimamente só os tenho encontrado no estilo adolescentes. Kristina Douglas veio resolver o problema de quem curte esse tema e quer uma abordagem mais adulta.

E, apesar de eu adorar anjos, não sou uma expert nesse assunto, mas mesmo assim é impossível não se perceber a inversão de valores que a autora trouxe para seu universo! Principalmente no relacionamento entre os Caídos e o Paraiso.

Pra começo de conversa, os Caídos, ao serem expulso por Deus, foram amaldiçoados a serem bebedores de sangue. Por favor, não os chame de vampiros que eles ficam muito ofendidos! E o sangue que eles podem consumir é somente o da mulher destinada a eles ou da Fonte, uma das mulheres mortais que se juntam a eles pela união com um dos membros e cujo sangue pode ser bebido por todos os sem companheiras sem causar nenhum mal. Mas essa não é a única maldição imposta aos Caídos. Eles ainda são obrigados a verem as mulheres que amam envelhecer e morrer enquanto eles continuam jovens e inalterados… Uma punição, a meu ver, muito dura.

Outra particularidade do universo da série é que Deus se retirou do mundo e deixou Uriel em seu lugar para controlar tudo. E Uriel, o último arcanjo, é um ser impiedoso e cruel e desejoso de destruir os Caídos de uma vez por todas! Mas, enquanto planeja isso, Uriel utiliza dos caídos no transporte de almas para o céu ou inferno. E é aqui que começa a história.

Raziel é enviado a conduzir a alma de Allie. Mas eles se encontram um pouquinho antes do acidente fatal dela e é algo que perturba a ambos. Ao deixá-la no local do julgamento, Raziel se surpreende ao ver as profundezas do inferno se abrir, pois, para ele, Allie não tinha jeito de ser uma pecadora tão perdida que merecia o sofrimente eterno. Alarmado e sem nem pensar, ele a puxa e a salva. Mas ao fazer isso, traz para si, e os demais Caídos, a ira de Uriel…

Além dos Caídos, há um outro tipo de anjo que tinha sido enviado para caçá-los e acabaram caindo também: os Nefelins. Para esses, a punião divina foi ainda pior, pois eles se transformaram em seres hediondos e comedores de carne! Os Nefelins chegam, então, aos portões do Sheol, lugar místico onde vivem os Caídos. E a guerra está perto de recomeçar…

O livro é muito bem escrito e traz muitos dados e fatos que me intrigaram e estou querendo pesquisar. Além disso, o relaciomento entre Allie e Raziel é delicioso de se ver, com muitas idas e vindas e diálogos maravilhosos! Além deles, conhecemos também Azazel, líder do grupo, e Sara, sua esposa e Fonte. Os demais anjos apareceram pouco e ainda não deu para formar uma opinião geral sobre eles, mas vai ser interessante continuar a observar a série.

2 comentários:

Débora Lauton disse...

Adorei a resenha, parece ser bem interessante... é o primeiro livro adulto sobre anjos que tomo conhecimento...
E que capa é essa?? um escândalo...rss

beijos,
Dé...

Anônimo disse...

É uma boa leitura, a capa é "interessantíssima", toda vez que o livro o descreve sem camisa já podemos ter essa imagem na mente.
É uma história sensual e erótica, mas longe de ser pornográfica!!!
Fica a dica de leitura... Eu já estou baixando o vol 2...