9 de março de 2011

Oleander House de Ally Blue

Bay City Paranormal Investigation # 1

A experiência de Sam Raintree com coisas que ele não consegue explicar não é a única razão por seu novo emprego como investigador paranormal ser perfeita. Seus companheiros de trabalho, preocupados com coisas fora do normal, nunca perceberão que ele é gay.

Assim que ele começa sua primeira investigação em Oleander House, sua teoria de que ninguém notará que ele é gay vai para o espaço. Não apenas sua atração pelo lider do grupo, Dr. Bo Broussard, é dolorosamente óbvia, como ele não consegue esconder os sonhos altamente eróticos e assustadores que vem tendo, estimulado pela violenta história da casa.

Embora Bo esconda sua sexualidade atrás de uma aliança de casamento, a atração mútua diminui a cautelosa distância entre eles, até que uma fagulha se transforma num quente encontro. Na manhã seguinte, Bo está de volta ao armário e culpando seu “lapso” com o incomum efeito que a casa exerce sobre a latente habilidade psicocinética de Sam.

Em outras palavras, um poltersgeist o fez cair em tentação.

O ultraje faz com que Sam se sinta determinado a provar que Bo está enganado – até que o calor de um conflito abre uma porta para o passado violento da casa, liberando uma revelação sangrenta e que mudará a vida deles.

 

Oleander House é uma casa com um passado sangrento e misterioso. Vários crimes horríveis foram cometidos entre suas paredes. Uma família foi totalmente trucidada, sobrando apenas uma das filhas em estado catatônico, que morreu alguns meses depois. Depois, um jovem casal invadiu a propriedade e a moça foi totalmente mutilada e o rapaz, em estado catatônico, foi internado em uma instituição psiquiátrica, onde mais tarde se suicidou afirmando ser inocento do crime. Duas mulheres, que transforam a casa em uma pousada, também tiveram fim idêntico, só que uma desapareceu misteriosamente e acabou sendo acusada de assassinato. Agora, a casa está aberta a visitação – afinal sempre tem alguém que gosta do mistério e ver locais onde crimes aconteceram – mas uma menina foi picada por um inseto desconhecido e morreu de forma rápida e dolorosa… É quando o atual dono resolve contratar a equipe do Bay City Paranormal Investigations para ter um parecer oficial sobre a casa e seus segredos.

Sam Raintree é o mais novo contratado do Bay City e seu primeiro caso vai ser a Casa Oleander. Ele chega ao local e é recepcionado por Amy – uma das donas da empresa. Lá conhece a equipe com que trabalhará: Andre, namorado de Amy, David e Dr. Bo Brossard, líder da equipe e sócio de Amy. Na casa também está Cecile, uma médium contratada pelo dono da casa, que faz questão que ela trabalhe em conjunto com os pesquisadores.

No momento em que Sam conhece Bo, a atração entre eles é imediata! Sam luta para esconder esse sentimento e não se iludir, afinal Bo é casado e tem dois filhos… mas os olhares, os toques casuais, a conversa fácil e amizade instantânea que surge entre eles não ajuda em nada a evitar que essa atração vá crescendo e começe a ser notada por Amy. Bo reluta em reconhecer que também se sente atraído por Sam e a tensão sexual entre eles é intensa.

Mas nem só de atração e romance – ou negação de romance – vive a história. A casa é realmente assustadora e há realmente atividade paranormal acontecendo e os personagens começam a lidar com algo inédito para eles e a desvendar um novo mundo de terror e perigos. Eu sinceramente cheguei a ficar amedrontada em algumas partes e Ally conseguiu manter um clima de suspense e descobertas no decorrer da história que prendeu tanto, ou mais, do que o sentimento surgindo entre Bo e Sam.

Adorei ver o modo como a investigação era feita. Equipamentos como detector de Campo Eletromagnético, filmagens, gravações e fotos eram utilizados para ver se conseguiam alguma prova de atividade sobrenatural. E como havia! Sons e imagens assustadores foram obtidos. Fora que Sam e Andre também acabaram descobrindo que eram médiuns e começaram a captar a energia estranha e aterrorizante que a casa possuia. E eles, juntamente com Cecile, começaram a ter pesadelos onde nenhum saia vivo daquela casa… Uma história realmente assustadora! E, como é Urban Fantasy, o final deixa um gancho para a próxima história… e lá vou eu atrás de outra série!

1 comentários:

pocketlibro disse...

Acho que esse não é o tipo de livro que me interessaria a ler!
Mas adorei a resenha!