30 de janeiro de 2012

Amante da Fantasia de Sherrilyn Kenyon

“Ficar preso em um quarto com uma mulher é algo formidável. Ficar preso em centenas de quartos durante mais de dois mil anos não é. E ser amaldiçoado dentro de um livro como um escravo sexual pela eternidade pode arruinar até mesmo o dia de um guerreiro espartano.

Como escravo sexual, eu sabia tudo a respeito das mulheres. Como tocá-las, como saboreá-las e, principalmente, como satisfazê-las. Porém, quando fui evocado para realizar as fantasias sexuais de Grace Alexander, encontrei a primeira mulher na história que me enxergou como um homem com um passado atormentado. Só ela se importou em me tirar do quarto, levando-me para o mundo. Ela me ensinou a amar outra vez.

Mas eu não nasci para conhecer o amor. Fui condenado a uma solidão eterna. Como general, eu tinha aceitado minha sentença havia muito tempo. Porém, agora encontrei Grace... a única coisa sem a qual meu coração ferido não é capaz de sobreviver. Com certeza, o amor pode curar todas as feridas, mas poderá também romper uma maldição de dois mil anos?”

Julian da Macedônia

Saga Dark Hunter # 1

Já tinha lido esse livro em inglês e amado a história! Você pode ver minha resenha aqui. Mas quando vi que ia sair em português, dei pulos de alegria e já corri comprar assim que saiu.

A história traz Julian da Macedônia, um general conquistador da antiguidade que fez uma campanha vencedora contra os Romanos, e que, por um ato ensandecido contra as armações dos deuses gregos, acaba amaldiçoado a ser preso em um pergaminho e a servir como escravo sexual à pessoa que o evocar. Ele vive há dois mil anos nessa prisão, saindo esporadicamente para ser explorado pelas mulheres, até que o livro chega às mãos de Serena.

Serena, uma mulher fantástica que tem doutorado em história antiga mas trabalha lendo cartas para turistas numa banquinha de praça, compra o livro para sua melhor amiga: Grace Alexander, uma terapeuta sexual, mas que tem muitos problemas para se relacionar com o sexo oposto. Grace foi muito abusada por um ex-namorado e agora não quer mais saber de se envolver novamente. Serena imagina que um mês de sexo fantástico com um perito escravo sexual seja o remédio certo para resolver o problema da amiga. O que ela não imaginava era a reviravolta que a história tomaria!

Quando Julian se manifesta para Grace em toda sua glória loira e de olhos azuis e corpo escultural e nu, ela fica completamente fascinada. Mas seu espírito reconhece em Julian o mesmo problema por que ela passou: ser usado e abusado e não ter seus sentimentos respeitados. E assim nasce uma amizade que vai se transformar em algo muito mais intenso! E previno a todos, nada é o que se espera nessa história. Sherrilyn faz e desfaz dos mitos gregos e da história e traz os deuses gregos para a atualidade – se bem que continuam do mesmo jeito: fúteis e egoístas e sem muitos sentimentos além das próprias necessidades. Fora as reviravoltas que fazem com que largar o livro seja um sofrimento (quase "fiquei doente" para não ter de ir trabalhar e poder ficar lendo o dia todo!)

Agora preciso dar os parabéns para a tradutora Paula Rotta. Ela realmente conseguiu trazer Sherrilyn Kenyon para o português! O humor fino e irônico e as partes mais trágicas e sensíveis estão todas muito bem retratadas. Em nenhum momento senti falta do original, pois a tradução realmente respeitou o estilo da autora e o livro ficou uma delícia de ser lido! Depois de algumas decepções com traduções e revisões de séries que acompanho, ver um livro e autora ser tão respeitados é um alento! Não vou dizer que não tinha alguns errinhos – vi dois, de revisão - , mas fiquei tão envolvida pela história que se tiver mais, passou completamente batido.  E tenho certeza de que essa vai ser uma série que vou ter o prazer de fazer em português também. E, claro, que já estou aqui esperando pelo próximo volume (que se for traduzido pela Paula, vai me deixar ainda mais alegre!).

Ah! só mais uma coisinha: apesar de ser considerado parte da saga Dark-Hunters, os Dark-Hunters propriamente ditos só começam a aparecer no segundo livro. Acho que esse é mais para abrir o apetite e situar o universo em que a série vai se passar.

6 comentários:

Lilian disse...

Eu estava esperando a opinião de alguém pra saber se dá pra comprar esse livro em português. Minha decepção com A Caminho da Sepultura, dessa mesma editora, foi tão grande que jurei nunca mais comprar nada deles! E estou com vontade de ler esse livro. Podia comprar em inglês, mas estou numa fase em que só quero ler, sem me preocupar com uma expressão ou outra que não consigo entender, sabe?

Boas traduções e livros melhor editados tem que ser espalhados por aí! Espero que não tenha passado batido tantos erros, mas só de saber que a tradutora conseguiu captar o estilo original da autora me deixa FELIZ! É disso que precisamos.

Beijos!

Regina disse...

Oi Lilian!

Confesso que eu estava receosa também, mas já que comecei a ler já fui fisgada pelo humor e pelo modo como a tradutora conseguiu ir trazendo a história para o Português mantendo o ritmo e o estilo da Sherrilyn. Não me decepcionei com o livro e estou ansiosa pelo próximo (que tive de pegar novamente - estou relendo em inglês mesmo rsrsrsrs). Dos erros que percebi foi a falta de uma crase e a troca de uma preposição (esperava um "da" e veio um "na")que fez com que tivesse que ler a frase novamente. Fora isso, pra mim estava ótimo.

Só gostaria que a editora mantivesse a mesma tradutora para a serie. Vamos ver se eles fazem isso.

bjs

Tonks disse...

Agora estou mais ansiosa. Que bom que a tradução e a revisão estão legais! Esses errinhos que você comentou são quase impossíveis de retirar mesmo.

bjokas

Anônimo disse...

Estava esperando a sua critica Regina, tudo bem que eu ia comprar de qualquer jeito, mas vendo sua critica positiva me animou mais ainda. Vc comprou o seu na saraiva? Por que eles mudaram a data de lançamento 3 vezes!
Parabens pelo blog.
Bjus

Regina disse...

Oi Tonks,

Vou esperar sua resenha! E, realmente, perto do que a gente está vendo por aí, esses foram erros que podem ser totalmente desconsiderados.

Regina disse...

Eu comprei o meu direto da editora. Mas na Livraria Cultura está a pronta entrega.

bjs