11 de setembro de 2008

CORAÇÃO FERIDO de Chelsea Cain


O detetive Archie Sheridan passou dez anos perseguindo Gretchen Lowell, uma estonteante serial killer, mas foi ela quem o capturou. Dois anos atrás, Gretchen aprisionou-o e torturou-o por dez dias, mas, em vez de matá-lo, ela surpreendentemente o deixou partir, entregando-se à polícia. Agora ela está na cadeia pelo resto da vida enquanto Archie se vê em outro tipo de prisão - viciado em analgésicos, incapaz de voltar à sua antiga vida e sem forças para apagar aqueles dez dias horrendos de sua lembrança. Sua mulher, de quem se afastou, diz que o velho Archie não existe mais, e ele concorda. As visitas a Gretchen são semanais, com a justificativa de que só ele pode fazê-la confessar onde estão os corpos das vítimas. Mas Archie sabe qual o real motivo - ele simplesmente não consegue ficar longe dela.

Quando outro criminoso começa a seqüestrar meninas em Portland, Archie tem que se recompor para liderar uma nova força-tarefa que investigará os assassinatos. Uma repórter jovem e determinada, Susan Ward, acompanha o trabalho do grupo, o que desencadeia um jogo mortal entre Archie, Susan, o novo serial killer e até Gretchen. Eles têm um maníaco para capturar, e talvez isso liberte Archie de Gretchen de uma vez por todas.




Depois de ler a resenha da Paty, fiquei super curiosa em ler esse livro. É bem no estilo em que gosto de suspense policial. Não me arrependi: o livro é excelente!

A autora nos conduz como na montagem de um quebra-cabeça, onde cada personagem tem uma parte do mistério que vai construindo a história. A trama é tão bem tecida que por mais que você ache que entendeu, tem de começar novamente, pois as reviravoltas são maravilhosas. Você só descobre tudo no final, e um final muito interessante e surpreendente.

Tem uma frase que os personagens dizem e que acho que sintetiza o que a autora faz conosco, leitores: “...nunca o havia deixado ver nada que não queria que ele soubesse. Sempre tinha estado no controle. Sempre estivera um passo a frente.” Recomendo, mas ressalto que é um livro forte, que mostra um mundo mórbido e, infelizmente, real: o de psicopatas homicidas.

2 comentários:

Liliane Cristine disse...

Eu tenho muuuuuita vontade de ler esse livro mas tenho receio de não gostar...Tem romance?
beijinhos

Regina disse...

Romance não. Mas tem muitos outros sentimentos: solidão, companheirismo. É um livro muito interessante. O Archie é um personagem apaixonante e já estou aguardando o segundo livro para ver como ele vai estar.

bjs