29 de março de 2009

LAÇOS DE GELO de Nora Roberts

lacosdegelo 

Nesse segundo volume, você conhecerá Brianna Concannon, cuja beleza sutil esconde um coração apaixonado e ardente.

Quando as fortes tempestades do inverno desabam sobre o oeste da Irlanda, os habitantes evitam sair de suas casas, os visitantes se afastam, e a pousada de Brianna Concannon torna-se um lugar frio e vazio. Mas isso a agrada e a faz desfrutar da paz e da quietude, mesmo quando o vento gelado uiva nas janelas. Entretanto, nessa época ela espera um hóspede pouco comum, o misterioso escritor  norte-americano Grayson Thane – um viajante inquieto, com um passado complicado. Ele planeja passar o inverno sozinho. Mas, às vezes, o destino tem um plano secreto…e o fogo da paixão pode surgir até mesmo em meio ao gelo…

Nora diz na apresentação do livro: “Ao escrever Laços de Gelo, a história de Brianna Concannon, quis mostrar a incomparável generosidade de espírito, a simplicidade de uma porta aberta e a força do amor. Então, venha e sente-se um momento em frente ao fogo, coloque um pouco de uísque no seu chá. Ponha os pés para cima e deixe suas preocupações para lá. Gostaria de simplesmente lhes contar uma história.” E isso ela faz com maestria! Um livro impossível de se largar. Uma história de amor cativante e terna. Brianna e Grayson me conquistaram totalmente…

Brianna, ao contrário de Maggie, se esconde das duras provações da vida fechando-se e mantendo distância. Seus olhos, verdes e frios, não revelam a dor e paixão que existem dentro dela. Vive para a pousada que fundou e que é sua vida. É a mediadora entre Maggie e Maeve (a mãe mais terrível que tive o prazer de conhecer). Não gosta de discussão e ama o serviço doméstico e cozinhar. Admirei muito isso nela, talvez por eu mesma fugir das faxinas e da cozinha.

Grayson é aberto e curioso. Está sempre fazendo perguntas e observando tudo. Como escritor, ele sabe analisar as pessoas e consegue tirar delas a informação desejada. Mas, também esconde um passado de dores e lutas e, com isso, vive apenas para o presente. Sem planos (a não ser para a próxima história), sem laços, sem lar, sem rumo.

O encontro deles é maravilhoso. Vê-los se descobrindo, se entregando, se aceitando é lindo! Grayson nem percebe o quanto está se envolvendo na vida da pousada e da comunidade. Na vida de Brianna.

Gostei do modo como Nora descreveu o processo criativo de Gray. O modo como ele se entregava ao trabalho, sendo arrastado pelos personagens que criava e pelas tramas e assassinatos a ponto de ficar dias trancado no quarto. Sobretudo, o modo como os personagens principais se envolveram da mesma forma como ele e Brie.

Por enquanto, este está sendo meu livro favorito na trilogia. Quase comecei a reler logo depois de terminar, tão linda achei a história.

Adorei quando Brianna encontra as cartas de Amanda, a mulher a quem o pai dela amou quando elas eram crianças. A descoberta de que existe um irmão ou irmã desconhecido nos EUA faz com que as irmãs resolvam procurar esse novo integrante da família. E é o mote do próximo livro: Laços de Pecado.

1 comentários:

Débora Lauton disse...

Hum... adoro as trilogias da Nora, acho tão bacana a gente continuar a acompanhar os personagens enquanto uma nova história começa a surgir... e acho que ela trabalha muito bem com trilogias...
Depois desses posts, preciso ler essa... amei...

bjs...