26 de abril de 2011

A Creed Country Christmas de Linda Lael Miller

Celebre as Festas com os antepassados dos Creed – homens de Montana que construiram o lar da família e estabeleceram uma legacia de amor…

Nas difíceis vastidões de Montana de 1911, o rancheiro viúvo Lincoln Creed enfrenta muito mais do que ladrões de gado, lobos e as tempestades de neve do inverno. Sua jovem filha tem necessidades além dos feijões e bacon que ele mal sabe cozinhar. Lincoln precisa encontrar uma governanta para Gracie, uma dama que possa educá-la e cozinhar – e que não fique de olho nele.

Deserdada por ter se recusado a casar, Juliana Mitchell, de 25 anos, compartilha o amor em seu coração com seus jovens estudantes da  escola indígena com parcos recursos. Quando ela conhece Lincoln e Gracie sua resposta ao belo fazendeiro a faz perceber que ela não é tão contrária ao casamento afinal de contas.

Ela anseia por ajudar, mas as duas crianças órfãs a seus cuidados precisam dela. Mas é uma estação para milagres e a Providência pode dar um jeito de unir Juliana e as crianças e a família Creed na véspera de Natal…

Bem que eu disse que logo voltaria a visitar Stillwater Springs… Acabei não resistindo a esse livro, pois além de cowboys Creed, também traz Natal – e eu amo histórias natalinas!

Aqui dá bem para se entender o encanto que os irmãos Creeds têm, pois seus antepassados são igualmente fascinantes e apaixonantes. Lincoln é um viúvo que não tem desejo de abrir seu coração ao amor novamente, mas se vê preso ao encanto de uma professora  dedicada e com muitos problemas.

Juliana é a professora da escola indígena, mas se vê desalojada e sem dinheiro e com a guarda de quatro crianças que não tem condições de manter. A escola é fechada e ela não tem como simplesmente abandonar os alunos Joseph, Thereza, Billie-Moses e a pequena Daisy à própria sorte. Ela tenta pedir dinheiro a seu irmão para conseguir passagens de trem e alojamento para elas e as crianças, mas a negativa dele é o ponto final de todas suas esperanças…  Mas aí surge Lincoln Creed e seu coração enorme e acolhe Juliana e as crianças em seu rancho para passarem o Natal – e até verem o que vai acontecer.

A história é deliciosa e Gracie, filha de Lincoln é uma criança adorável, mas já mostra bem a personalidade Creed no sentido de dizer o que pensa e lutar pelo que quer. As crianças índias são muito amorosas e sofrem com o preconceito na cidade, mas no rancho elas se sentem seguras e amadas e que pertencem a uma família.

É interessante observar as mesmas paisagens da série original – o cemitério, o pomar, a casa sede, e ver como as coisas eram em 1911. O tempo passa, mas o amor a terra e o trabalho duro continua o mesmo.

Para quem gostou da trilogia, essa história é um complemento ideal para matar um pouco a saudades e descobrir que o charme Creed vem de berço mesmo.

4 comentários:

Suelen Mattos disse...

Ai, que legal!!! Eu até estou com o livro aki, mas estava na dúvida se lia ou não lia.... Depois dessa resenha, com certeza vou ler, hehe.


_____________
Romantic Girl

Lilian disse...

Com certeza vou ler esse livro. Pode demorar um pouquinho, mas vou ler. (Assim como a 'nova' série com os Creed). Sinto muita saudade dessa família de caubóis... e essa coisa de gerações, de rever os lugares como eles eram antes, deve ser muito legal!

Anônimo disse...

Tu tem ele em ebook, poderia me passar? Quero ler a Serie McKettrick toda e me falta esse que é o 04 e o 10...agradeceria muito.
Meu e-mail é: jakzinha@gmail.com
Grata

Regina disse...

Olá

Não tenho ele em e-book, infelizmente, senão enviaria.

bjs