16 de agosto de 2009

Frio na Espinha de Karin Slaughter

frio na espinha

Sara Linton, médica legista na pequena cidade de Heartsdale, é convocada a examinar um aparente suicídio no campus da universidade local.

O corpo mutilado fornece poucas pistas, e a reitoria está preocupada em evitar escândalo. Mas para Sara e seu ex-marido, o chefe de polícia Jeffrey Tolliver, as peças da misteriosa morte não se encaixam perfeitamente…

Ainda mais quando, em um curto espaço de tempo, mais dois casos duvidosos de suicídio abalam o condado, além de uma jovem brutalmente violentada.

Para Sara, a violência parece estar fechando um círculo ao seu redor. Enquanto Jeffrey segue a pista do suposto assassino, descobre que a ex-policial Lena Adams, atualmente segurança do campus, pode guardar informações cruciais.

Inconformada com sua expulsão da polícia, Lena não parece capaz de proteger a si mesma, sem falar em salvar a próxima vítima…

Com Frio na Espinha, Karin Slaughter confirma suas qualidades como ótima escritora policial. Dotada de um talento para os mínimos detalhes, vem recebendo elogios de autores consagrados como Michael Connelly e Tess Gerritsen.

 

Gostei muito da história e o modo como as situações foram se sucedendo. Logo no início há o aparente suicídio de um rapaz – encontrado morto embaixo de uma ponte, tem toda a característica de que ele se jogou para a morte, -  mas Sara e Jeffrey sentem que há mais na cena e no corpo do que eles conseguem perceber. Depois há mais dois suicídios altamente duvidosos e que os levam a pensar em um assassino serial solto no campus.

Ao mesmo tempo, vemos Lena totalmente perdida depois de ter saído da polícia. Infelizmente, aqui no Brasil não foi publicado o livro entre Cega e Frio na Espinha, então não se sabe o que aconteceu para forçá-la a abandonar o cargo de detetive. Mas dá para perceber uma grande tensão entre ela e Jeffrey e que impede que eles se ajudem durante a investigação – afinal Lena faz parte da equipe de segurança da faculdade e poderia ser um elo entre a polícia e alunos e professores. Só que, toda vez que tentam conversar, ela e Jeffrey se fecham e só conseguem se magoar e se afastar ainda mais um do outro. Além disso, há o fato de Lena se envolver com um rapaz estranho e violento e que está na condicional. Um relacionamento doentio, na minha opinião e na de Jeffrey também.

Sara e Jeffrey ainda estão no mesmo chove não molha no relacionamento deles. Dois teimosos que se amam, mas que têm enorme dificuldade em se acertarem. Mas pelo menos, na parte profissional continuam super competentes e, mesmo com todos os problemas de ordem pessoal que enfrentam nesse livro, conseguem trabalhar juntos maravilhosamente bem.

Karin conseguiu construir um suspense muito interessante – dessa vez não consegui descobrir o assassino, nem mesmo suspeitei dessa pessoa e o final conseguiu me deixar de boca aberta e pensando: Não acredito!!!! Um suspense policial que recomendo!

4 comentários:

La Sorcière disse...

Que delícia ler sua resenha! Li este livro faz um tempão e não me recordava bem dos detalhes da história! Acompanhar sua resenha foi como reencontrar um velho amigo!
Bj

Celsina disse...

Oii!!!
Haaa, finalmente tem um desses livros maravilhosos que vc ler aqui no Brasil!!! rsrs
Eu vou comprar!! :)
Qual é segundo da série?? (talvez tenha para baixar)
Esse é o ultimo?? Porque só achei esse e "Cega" Para comprar.

Obrigada pela dica!
Beijos!

Laura disse...

Olá Regina! Faço minhas as palavras da Alê: que delícia ler sua resenha! Adorei o blog, e já vi que tem muita coisa boa e nova pra eu "pescar" por aqui...rs...

Um beijo e boas leituras!

Fernanda disse...

Não conhecia esse livro, parece bom! :)

Beijos!