7 de agosto de 2009

Night Play de Sherrilyn Kenyon

NightPlayDarkHunterBook3618_f

Bride McTierney está cansada dos homens. Eles são estúpidos, egocêntricos e nunca a amam do jeito como ela é. Mas embora ela se orgulhe em ser independente, bem lá no fundo ela ainda sonha com um cavaleiro de armadura brilhante.

Ela só não esperava que seu cavalheiro de armadura brilhante tivesse uma brilhante cobertura de pêlos…

Perigoso e torturado, Vane Kattalakis não é o que parece. Muitas mulheres lamentam que seus namorados sejam cachorros. No caso de Bride, ele é um lobo. Um lobo Were-Hunter. Jurado de morte pelos inimigos, Vane não está procurando por uma companheira. Mas as Moiras marcaram Bride como sua. Agora ele tem três semanas para convencer Bride de que o sobrenatural existe ou ele passará o resto da vida castrado – algo que nenhum lobo com auto-respeito pode aceitar…

Mas como um lobo convence uma humana a confiar sua vida a ele quando seus inimigos estão tentando acabar com a dele? No mundo dos Were-Hunters é realmente lobo-comendo-lobo. E apenas um homem alfa pode vencer.

Bride é gordinha, alta e se sente desconfortável com isso. Namora Taylor há cinco anos e ele sempre a coloca em regimes, academias e tenta mudá-la a todo custo. Um dia, depois de ter conseguido sucesso como âncora de um jornal de TV, ele simplesmente escreve um bilhete e informa Bride que quer alguém com melhor aparência em sua vida…

É quando surge Vane! Ele é um Were-Hunter lobo e já havia visto Bride, de passagem, quando estava ajudando Talon a proteger Sunshine. Ele se sentiu imediatamente atraído por ela, mas não a perseguiu na ocasião. Agora, depois de 08 meses de sofrimento e desesperança e muitos problemas ele a vê na loja dela e decide que chegou a hora! E para Bride, não há hora melhor!

Esse primeiro encontro é quente e eleva muito a auto-estima de Bride. Afinal Vane é “absolutamente lindo” como ela mesma define. Só que, além do sexo, há o destino… Bride e Vane são marcados como companheiros. – Uma explicação: no mundo dos Were-Hunters, sabe-se que há um companheiro destinado a cada um. O que ocorre é que, depois de algumas horas do ato sexual, surge uma marca na mão do homem e da mulher, sinalizando que o Destino os fez um para o outro. Mas, a escolha é sempre da mulher. Ela pode se negar a “casar” com o homem escolhido pelo destino. Nesse caso, o homem ficará impotente pelo resto da vida, ou até a mulher morrer. A mulher poderá seguir com sua vida normalmente, mas nunca terá filhos, pois isso só é possível com o seu parceiro escolhido pelo destino. – Bem interessante todo esse poder para as fêmeas.

Então, Vane agora tem de convencer Bride a aceitá-lo no prazo de três semanas (que é o prazo para a mulher aceitar ou não a união) ou ficar impotente pelo próximos anos. O problema é que Vane está sendo perseguido por inimigos, está com o irmão Fang incapacitado e não tem como proteger Bride e o irmão ao mesmo tempo. Sem falar que Bride não sabe da existência do sobrenatural e não se tem como saber como ela vai reagir ao saber que o belo homem cortejando-a é um lobo.

O que mais amei em Vane é que ele queria Bride justamente da forma como ela era. Ele não queria que ela mudasse e era tão, mas tão carinhoso com ela que acabou me conquistando também…

Enfim, um livro com muito romance, ação, suspense e muito humor!

Vou colocar um trechinho que achei o máximo. Taylor vai até a loja de Bride devolver as coisas e móveis dela que estavam no apartamento que dividiam. Vane está em forma de lobo, para poder protegê-la e observá-la e ouve a discussão. Taylor começa a ofendê-la e…

Ela lhe lançou um olhar cheio de reprovação.

- Você é um idiota! O que foi que vi em você?

Ele estendeu os braços como se exibindo para ela e sorriu: – O mesmo que toda mulher vê em mim, baby. Encare a realidade, nós dois sabemos que você nunca mais vai conseguir que outro cara tão bonito quanto eu se interesse por você.

… (há uma ligeira discussão e eles saem da loja)

Taylor abriu a boca para responder, então a fechou quando uma motocicleta se aproximou deles.

Bride franziu a testa enquanto o motoqueiro parou em frente ao Alfa Romeo bem ao lado de sua loja. No momento em que o motoqueiro tirou o capacete, seu coração acelerou.

Era Vane – e não o peludo.

Vestido em uma jaqueta de couro negro e jeans desbotados ele estava super apetitoso.

E sua beleza rude deixava a aparência de bom moço de Taylor no chinelo.

Taylor os encarou enquanto Bride se aproximava de Vane, que estacionou a moto e então passou uma perna longa e masculina por cima da motocicleta. Em um movimento fluido, ele a puxou para ele e a beijou como se fosse em um filme.

- Oi Bride. – ele disse contra os lábios dela.

Ela sorriu para ele. – Oi

- Quem diabos é esse aí? – Taylor perguntou.

Vane o olhou de cima a baixo como se não o considerasse muito. – Sou o amante dela, quem diabos é você?

Bride mordeu os lábios quando a felicidade a percorreu. Ela poderia beijá-lo novamente por isso.

- Sou o namorado dela.

- Ah! – disse Vane – Você é a porcaria do idiota. – Ele olhou para Bride – Pensei que tivesse se livrado dele.

Ela sorriu ainda mais do que antes e lançou um olhar maligno para Taylor – Eu me livrei, mas ele voltou…implorando.


4 comentários:

La Sorcière disse...

Ahhh...a doce vingança!!!!
Adorei!!!!!
Este livro parece BEM legal!!!!
Quantos vc já leu da série?????
Gosto de suas resenhas!
Bj

Débora Lauton disse...

Regina,

Estou viciando nessa série... estou lendo o quarto e super empolgada... será que terá um para o Acheron??
Cada vez que leio uma resenha sua, fico ainda mais curiosa...

beijos,
Dé...

Regina disse...

La Sorcière

Eu gostei bastante do livro, mas meus favoritos ainda são os do Talon e o do Zarek.

Já li 08 livros dessa séries - se bem que 02 foram histórias curtas.

bjs

Regina disse...

Oi Dé,

Essa série é mesmo viciante! Estou tentando ir devagar, mas um livro leva a outro e as histórias são tão legais e instigantes que não resisto...

O Acheron tem um livro só para ele - acho que pela ordem de leitura é o vigésimo ou vigésimo e alguma coisa. Dizem que é de chorar muito, pois ele sofre horrores...

Estou super curiosa pra chegar a vez dele, mas antes quero ver o Valerius...

bjs