3 de janeiro de 2010

Megan´s Mark de Lora Leigh

MegansMarkTheBreedsBook4420_f

Amaldiçoada com o extraordinário poder de sentir as emoções de outras pessoas, Megan Fields se enfiou em um remoto canto do Novo México, trabalhando como delegada no escritório de xerife de uma pequena cidade. Ela encontra conforto no silêncio e calor do deserto. Mas quando Breeds começam a morrer durante seu turno, Megan percebe que os segredos de seu passado não podem ficar enterrados para sempre. Alguém está atrás de sangue – seu sangue.

Um arrogante Breed Felino, Braden Arness pensa com intensidade feroz. Sua missão de resolver os misteriosos assassinatos o traz até Megan, uma mulher que apela a seus sentidos como nenhuma outra. Apenas com ele ela consegue abaixar sua guarda – e se entregar à fome insaciável que devasta seu corpo. Mas quando eles se unem para caçar os esquivos assassinos, Braden e Megan se veem no papel de presas…

Na contra-capa do livro está escrito que esse é o primeiro de uma nova série da Lora Leigh, mas no site Fantastic Fiction ele é considerado o sétimo. Só se for o primeiro na nova editora… Mas dá para ler sem problemas.

Megan é uma empática. E ela tem tal grau de empatia que a impede de trabalhar bem em equipes, pois sente o medo, a raiva e todas as emoções que seus companheiros sentem, incapacitando-a de agir de forma profissional. Esse é o motivo por ter preferido voltar para sua cidade e patrulhar o deserto depois de terminar a academia de polícia.

Durante uma patrulha de rotina, ela encontra um casal assassinado. Esse casal é Breed (mestiços de humano e animal criados em laboratórios secretos para serem soldados perfeitos, assassinos perfeitos). É também uma emboscada para matá-la. Breeds Coiotes estão a espreita para assassiná-la assim que ela fosse investigar a cena.

Ela é salva por Braden (ele mesmo um mestiço Leão) que está ali para investigar o assassinato de seus pares. O interessante é que, com a presença de Braden, Megan consegue criar um escudo e se proteger da fria intenção assassina dos coiotes. Megan nunca conseguiu erguer seus escudos para se defender da empatia e fica intrigada e maravilhada com a possibilidade de conseguir isso com Braden.

A relação entre Braden e Megan é intensa e feroz. Os dois são fortes e teimosos e não querem baixar a guarda para o outro, mas eles são mates (ainda não encontrei uma palavra em português para expressar o que realmente é esse conceito…) e precisam aprender a lidar com essas diferenças. Particularmente, achei Megan super irritante, mas gostei do modo como Braden a respeitava e a ajudava a desenvolver seus escudos e a lutar a seu lado.

O livro tem algumas coisas que não gostei: os diálogos não são muito bons e, como disse, Megan é irritante. Mas as cenas de ação, o suspense e as cenas hots compensam tudo isso.

Um personagem que chama a atenção e faz você querer saber mais sobre ele e a série é Jonas Wyatt. Vou ficar de olho nele…

5 comentários:

La Sorcière disse...

Oi Rê!
"mates" no sentido de compatíveis, de pares, de alguma coisa assim??
Gostei da história, parece legal, e hot ainda por cima????
Bjs:)

Regina disse...

Oi Alê

Mates no sentido deles se completarem, no sentido de um ser feito para o outro. Como são parte animais é nesse sentido de monogamia. É mais que casamento, pois é uma ligação mais profunda, visceral. E usar companheiros me lembra muito o Lula rsrsrsrsrs e parceiros é muito comercial rsrsrs.

Lora Leigh é uma escritora erótica mesmo. Ela publicava pelo Ellora´s Cave (acho que ainda publica, mas não estou certa...)

bjs

Claire disse...

Confesso que ainda não me animei a pedir às minhas amigas ebooks da Lora Leigh. Acho que por causa de alguns comentários que andei lendo.
Mas adoro histórias que incluem mistério. Talvez eu deva dar uma oportunidade à LL.

Anônimo disse...

Oi meninas,eu estou lendo a série Cstas.Até gostei,a Lora Leigh é uma escritora muito erótica mesmo,concordo.O problema dela (minha opnião),e de como ela ver o sexo,mesmo sendo uma visão animal,ela retrata de uma forma muito submissa,e até humilhante o papel da mulher na série.Achei sem romantismo,até agressivo,mais fora isso, gostei do enrendo e algumas são realmente boas,como a estória da Sherra e do gato hot demais o Kane,essa é ótima!Bjs

tia neera disse...

Mate: vb: casado. É a outra parte do casal. Uma parte de um todo. (lindinho, não?)
Essa serie está sendo traduzida a maior parte pelas fãs. Eu mesmo traduzi um (para meu deleite), está perto do 21º livro, que é provavelmente sobre Jonas Wyatt. É só procurar nos blogs que encontrará a turma toda.
bjus