4 de março de 2010

Coming Undone de Lauren Dane

Brody Brown sempre foi responsável por alguém. Depois da morte dos pais, ele desistiu de uma promissora carreira na artes para cuidar de sua irmã e seu irmão caçula. Agora, com os irmãos crescidos, Brody tem seu próprio negócio, tem uma bela casa e tem uma boa renda. E pela primeira vez em anos, ele está sozinho.

Elise Sorenson veio para Seattle com sua filhinha para encontrar paz. Por anos ela foi uma bailarinha mundialmente famosa – e por anos sofreu com um casamento fracassado – e por agora ela não quer nem amor nem atenção. Para sua surpresa ela encontra ambos no belo e honesto homem que a ajuda sem exigir nada em troca.

Mais do que amizade, Brody e Elise encontram um no outro o que precisam – uma paixão física selvagem e sem compromisso. Mas é preciso uma sombra no passado de Elise para eles olharem além das necessidades básicas – e encontrar o que realmente desejam.

Uma das histórias de amor mais bela que já li! Os personagens são tão reais, pessoas que tem uma vida como a nossa - trabalho, casa para cuidar, problemas e alegrias – que fica fácil você imaginar e se envolver com eles.

Brody é irmão mais velho de Erin (Laid Bare) e Adrian. Quando os pais morreram, ele tinha 17 anos e desistiu de ir para a faculdade de Artes para trabalhar e sustentar a família. Conseguiu emprego em um estúdio de tatuagem, onde, com seu talento para desenhar, foi aprendendo o ofício até se tornar um dos tatuadores mais famosos do país. Hoje, seu estúdio é muito concorrido e ele tem um bom padrão de vida. Erin tem seu café na loja ao lado e os dois estão sempre juntos – mais um motivo de alegrias para ele.

Elise vem morar na casa em frente a de Brody. Uma jovem mãe solteira, ela cuida de Irene (Rennie), 6 anos,  com muito amor e dedicação. Ela também tem seu próprio negócio – uma escola de balé – onde ainda consegue se dedicar à arte que tanto ama. Depois de uma agressão horrenda do ex-marido, ela teve a perna quebrada em três lugares e não pode mais dançar profissionalmente.

De mundos tão diferentes, Brody e Elise travam uma amizade muito bonita, que logo decidem elevar para amigos que fazem sexo, mas sem compromissos, só os de se manterem fiéis enquanto durar. Claro, logo essa situação se transforma em amor, e é uma relação linda de se ver, que vai crescendo a cada página e vai nos envolvendo na leitura. Brody e Elise já entraram para a minha galeria de casais inesquecíveis!

E assim, mais uma série vai nascendo! Já vi que vai ter um terceiro livro – sobre Cope (sócio de Todd e irmão de Ben de Laid Bare) e Ella. Eu, particularmente, aguardo ansiosa a história de Adrian, o rockstar. Mas o que quero mesmo é ver mais Brody!

6 comentários:

Débora Lauton disse...

Ai Rê... você sempre judiando... poxa, eu já estou fazendo inglês para ver se consigo acompanhar esses seus livrinhos... mais tá difícil...rss

beijos,
Dé...

Viciada na palavra escrita disse...

Acabei de lê-lo esta noite!
Gosto muito desta escritora e a forma como mostra as dinâmicas familiares e as interacções entre personagens. Não utiliza os clichés normais em romances. As personagens sao reais com problemas que todos enfrentamos no dia-a-dia.Adorei o brody!

Regina disse...

Realmente Lauren Dane está entrando para o grupo de escritoras que compro automaticamente! Ela escreve mesmo sobre personagens reais, pessoas que podemos conhecer de verdade... E o Brody é mesmo apaixonante!

Vi que ela tem uma série - estou pensando em providenciar rsrsrsrs

Anônimo disse...

Olá!
Tem como ler este livro em português?

Regina disse...

Acho que ainda não tem em português, infelizmente...

Estou com esperanças que as editoras nacionais descubram esses talentos e comecem a trazê-los pra cá.

bjs

Anônimo disse...

Gostei muito. Alguém poderia me enviar por e-mail ?
diasdayana@yahoo.com.br