20 de dezembro de 2010

Inside Out de Lauren Dane

 

Ella Tipton é uma sobrevivente. Após um brutal ataque que quase a matou, ela passa cada dia lutando para sobreviver. Antes vibrante e extrovertida, ela precisava se reconectar com suas melhores características enquanto não se esquecia das duras lições. Não havia espaço para relacionamentos romanticos, mesmo que estivesse pronta. Contudo, não significava que ela não pudesse olhar para o Sr. Alto, Moreno e Tatuado.

O especialista em segurança Andrew Copeland  não estava certo de quando sua fascinação com a adorável e decididamente medrosa Ella começou. Ele a conhecia há anos, observou-a triunfar sobre a dor que sofrera. Cope não é alheio a mulheres, mas ele sabe que o nervosismo que sente cada vez que conversa com Ella é diferente de qualquer atração que tenha sentido no passado. Determinado a conseguir que Ella o aceite, Cope faz a única coisa que consegue imaginar para se aproximar: oferece a ela aulas de auto defesa.

Enquanto Ella tem certeza de que Cope está sendo gentil, a perspectiva de poder tocá-lo e conseguir as ferramentas para afastar os últimos vestígios de seu medo é mais do que consegue resistir. Logo, Cope mostra a Ella que seus sentimentos são muito mais do que os de um amigo, e ele reacende algo dentro dela. Não demora para o desejo e amor os transformar de dentro para fora.

Esse é o terceiro livro da série Brown Siblings. Estou acompanhando essa série – e amando – mas fiquei imaginando onde Ella e Cope se encaixavam nos Siblings (para quem não sabe, sibling = irmão(ã)). No decorrer da história deu para entender perfeitamente…

Os Browns são Brody, Erin e Adrian. Mas ao redor deles há todo um universo de amigos fiéis e companheiros leais. Erin foi a primeira a ganhar seu livro – Laid Bare. Depois veio Brody (já falei que sou completamente apaixonado por Brody???? Pois sou…) e, agora, Lauren Dane conseguiu nos mostrar como eles estão se saindo, ao mesmo tempo em que nos mostra Ella e Cope se apaixonando e se entregando à paixão!

O livro é isso mesmo: um casal se apaixonando e os medos e alegrias que isso traz! A história é totalmente centrada nos personagens e, claro, nos mostra como eles se relacionam entre si e com seus amigos. E foi isso que amei!!!! Foi como se me reencontrasse com velhos amigos, compartilhasse novamente a intimidade deles e matasse a saudade que nem sabia estar sentindo… Rever Brody e Elise, agora se preparando para o casamento, rever Erin e seus maridos - Todd e Ben -  e gravidíssima e mais atacada que nunca… nem sei como expressar a alegria que senti e o sentimento de familiaridade que me atingiu!

Lauren Dane é uma ótima contadora de histórias e nos conduz habilmente através das descobertas e medos e alegrias de se descobrir apaixonado por alguém a que se conhece por anos… Já havíamos conhecido Ella em Laid Bare e Coming Undone e visto o modo como o rompimento com seu ex-namorado, Bill, e a agressão de que foi vítima (espancamento e queimaduras e quase morte) a marcaram e transformaram… Ainda assim, ela conseguiu dar a volta por cima com a ajuda de Erin e Cia, e agora está prestes a terminar a faculdade e conseguir um novo emprego,  onde ajudará vítimas de violência doméstica.

É quando Andrew percebe que ela está pronta para ser cortejada novamente. Pronta para dar mais um passo na recuperação de sua vida e segurança. E é quando ele decide que está na hora de se aproximar dela como sempre quis… convidá-la para sair, mostrar que ela é diferente e que é com ela que ele quer ficar… Achei lindo ver o modo como Andrew a via, o modo como ele sempre pensava nela como alguém especial, alguém a quem ele respeitava e com quem podia ser ele mesmo – e não Cope, o paquerador, o legal!

Ella sempre se sentiu atraída por Cope, mas achava que não tinha a menor chance com ele, que ele estava muito além de seu poder de persuasão… Mas quando ela começou a enxergá-lo, a ver o que ele escondia de todos – a sensibilidade, o amor pela poesia e artes – ela viu que ele era muito mais do que pensava, mas ainda assim, estava bem a seu alcance.

Gostei muito do romance, exatamente por ele ser bem diferente e estar centralizado nas emoções – e não na ação. Eu já me sinto meio que parte do grupo de amigo dos Browns… Agora vou ficar aguardando a história do Adrian… Espero que não demore, senão a saudade vai ser dura…

Só mais um detalhe: as capas retratam mesmo as tatuagens que os personagens possuem! Nunca fui muito fã de tatuagem, mas Brody sendo um tatuador talentoso e tal, vou acabar me acostumando com a ideia. 

2 comentários:

La Sorcière disse...

Feliz Natal!
Grande beijo,
Alê

Ká Guimaraes disse...

Passando para desejar um Feliz Natal e um otimo Ano Novo. E que tudo se realize na sua vida.

bjkassss
Ká Guimareas
http://acordeicomvontadedeler.blogspot.com/